ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROCURADORES DO TRABALHO

SÉRIE COMPLETA CURSOS AUTORAIS - 4 MÓDULOS

R$507,00 ou 3x de R$169,00
Descrição

SÉRIE COMPLETA - CURSOS AUTORAIS


A Escola da ANPT apresenta a série completa de CURSOS AUTORAIS com 4 Módulos de curta duração, cada Módulo com 6 horas/aula, reunidos numa única estrutura pedagógica multitemática de 24 horas/aula:


MÓDULO 1

REFORMA TRABALHISTA E SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA:  A NOVA DIMENSÃO DO EMPREGO

 

A professora e Procuradora do Trabalho LORENA VASCONCELOS PORTO apresenta este Módulo com uma análise crítica sobre a expansão do conceito de subordinação como exigência do Direito do Trabalho diante das reformas flexibilizadoras que pretendem reduzir o caráter protetivo do sistema jurídico trabalhista. Com fundamento teórico na obra A Subordinação no Contrato de Trabalho: uma releitura necessária (LTr) Lorena Porto analisa o conceito de subordinação jurídica clássica e seus diversos desdobramentos, propondo o alargamento do conceito para atender à demanda expansiva do Direito do Trabalho, em direção a um modelo de subordinação integrativa que compreende a prestação laborativa do empregado a partir da compreensão dos fins da empresa.

 

MÓDULO 2

TRABALHO DECENTE E DIREITOS HUMANOS

 

O professor e Procurador Regional do Trabalho aposentado JOSÉ CLAUDIO MONTEIRO DE BRITO FILHO apresenta este Módulo com uma análise exclusiva sobre o Trabalho Decente e sua relação com os Direitos Humanos. Com fundamento teórico em sua obra Trabalho Decente (LTr), José Claudio analisa os elementos conceituais históricos do trabalho decente, a conceituação do trabalho decente em instrumentos normativos internacionais, o conteúdo do trabalho decente, sua característica indivisível e os desafios da implementação do trabalho decente no Brasil, especialmente em face das novas tecnologias.

 

MÓDULO 3

DESAFIOS DA IGUALDADE DE GÊNERO NO TRABALHO

 

A professora e Procuradora Regional do Trabalho ADRIANE REIS DE ARAUJO apresenta este Módulo, analisando o complexo tema da igualdade de gênero no trabalho. Com esteio em farta doutrina reunida na obra coletiva Direitos Humanos no Trabalho pela Perspectiva da Mulher, livro que coordenou em parceria com Andrea Lino Lopes, Maria Aparecida Gugel e Renata Coelho, Adriane Reis faz um amplo diagnóstico da discriminação da mulher na divisão sexual do trabalho, aborda a violência de gênero como elemento da discriminação cultural, analisa as normas internacionais e a legislação brasileira sobre igualdade de gênero e formula interpretações condizentes com o princípio constitucional da isonomia.

 

MÓDULO 4

AÇÕES COLETIVAS NO PROCESSO DO TRABALHO

 

O professor e Procurador do Trabalho RONALDO LIMA DOS SANTOS apresenta este Módulo com uma análise exclusiva sobre as ações coletivas no Processo do Trabalho. Com fundamento teórico em sua obra Sindicatos e Ações Coletivas (LTr), o autor apresenta o sistema de ações coletivas no Direito brasileiro, identifica as categorias conceituais dos interesses transindividuais, analisa a presença de direitos individuais homogêneos nas relações de trabalho, aborda a legitimidade para o exercício da tutela processual nas ações coletivas, analisa o instituto da substituição processual e da sentença genérica na Justiça do Trabalho, além de aprofundar análise sobre a coisa julgada e a intervenção individual nas ações coletivas.

 

AVISO IMPORTANTE


O presente curso não é preparatório para concurso de Procurador do Trabalho.

 

PERÍODO DE DURAÇÃO


Início imediato.

Duração: cada Módulo tem duração de 6 horas/aula. Série com duração total de 24 horas/aula.

Prazo de disponibilização: 150 dias.

 

JUNTO OU SEPARADO?


Ao se matricular nesta série completa de CURSOS AUTORAIS, o aluno tem acesso aos 4 Módulos pelo preço de matrícula de 3 MódulosUm Módulo sai de graça! 

Mas você também pode se matricular em cada Módulo separadamente, com período de disponibilização de 90 dias, para cursar cada um no tempo e na ordem que quiser.

Veja os Módulos separados nos respectivos boxes. A matrícula nos Módulos separados não dá direito ao bônus descrito acima.

 

PÚBLICO-ALVO


Advogados trabalhistas, estudantes e bacharéis em Direito e demais interessados.

 

COMO CURSAR – METODOLOGIA


Nesta série completa, os Módulos são disponibilizados na ordem acima descrita. O aluno pode cursar os Módulos na ordem que quiser. Para obter o maior aproveitamento pedagógico, orienta-se o aluno a cursar integralmente cada Módulo, antes de iniciar o seguinte.

O aluno deve percorrer os seguintes passos em cada Módulo:

 

PRIMEIRO - assistir a 150 minutos de videoaulas expositivas: o conteúdo programático é exposto pelo professor em 10 videoaulas expositivas de 15 minutos; o aluno pode assisti-las no ritmo mais apropriado para seu aprendizado e pode repetir a assistência quantas vezes quiser no período de disponibilização do curso, para fixar o conteúdo;

 

SEGUNDO – ler o texto-base do curso e responder o exercício: ao final das videoaulas expositivas, o aluno deve fazer a leitura do texto-base elaborado pelo professor (15 a 30 páginas), atividade fundamental para aprofundar o conteúdo; depois, deve responder o exercício que se encontra no final do texto-base, formulando uma primeira proposta de solução, antes de passar às videoaulas dialogadas, para propiciar uma construção eficaz do aprendizado (atividade estimada em 50 minutos);


TERCEIRO – assistir a 40 minutos de videoaulas dialogadas: as perguntas do exercício são objeto de um diálogo mediado pelo professor, com a presença de especialistas convidados, em duas videoaulas de 20 minutos; as reflexões oferecidas pelo diálogo auxiliarão o aluno a aprimorar a construção do raciocínio, ensejando soluções que não estariam disponíveis no momento inicial do estudo;

 

QUARTO – participar de uma sessão de tutoria coletiva com duração de 60 minutos: o aluno ainda poderá participar de uma sessão coletiva de tutoria em sala virtual de bate-papo, com 60 minutos de duração; a sessão, mediada por um tutor membro do Ministério Público do Trabalho, tem por objetivo tirar dúvidas sobre as questões do exercício e orientar sobre a continuidade da pesquisa a respeito da matéria objeto do Módulo.

Repetir esse procedimento para cada Módulo, até finalizar a série completa.

 

INVESTIMENTO ÚNICO – VALOR DA MATRÍCULA


Matrícula na série completa, com 4 módulos – valor de 3 módulos: de R$ 676,00 por R$ 507,00 (economiza R$ 169,00).

Forma de pagamento: pag seguro com boleto ou cartão de crédito em até 3 vezes sem juros.

A matrícula realizada por meio de boleto bancário só será consumada após confirmação de pagamento pelo sistema bancário.

 


BÔNUS ESPECIAL - ENTREVISTA EXCLUSIVA COM ROBERT ALEXY


Os alunos matriculados na série completa CURSOS AUTORAIS terão acesso em primeira mão à entrevista exclusiva concedida pelo Professor ROBERT ALEXY à Escola da ANPT, sobre sua teoria da ponderação de princípios constitucionais, por ocasião de sua passagem pelo Brasil, em agosto de 2019.

Robert Alexy é um dos mais influentes filósofos do Direito alemão contemporâneo, autor de inúmeras obras sobre Filosofia e Teoria Geral do Direito, dentre as quais, os clássicos Teoria da Argumentação Jurídica e Teoria dos Direitos Fundamentais, que influencia tribunais constitucionais de diversos países na interpretação humanista da norma constitucional. Sua teoria sobre a ponderação de princípios constitucionais em colisão contribui para a interpretação jurídica comprometida com a unidade da Constituição.

A entrevista foi conduzida por um especialista na obra de Robert Alexy, no Brasil, o Professor Fausto Santos de Morais, doutor em Direito Público, professor e pesquisador na área da hermenêutica jurídica, autor do livro “Ponderação e Arbitrariedade: a inadequada recepção de Alexy pelo Supremo”.

Na entrevista, as perguntas formuladas por Fausto de Morais, em inglês e português, são respondidas por Alexy em inglês e depois interpretadas em português pelo Doutor Rogério Luiz Nery da Silva. Rogério é professor e pesquisador do Programa de Mestrado em Direito da UNOESC, autor de importantes obras jurídicas e conferencista convidado em diversas universidades institucionais, com larga experiência na teoria hermenêutica de Alexy.

SESSÕES DE TUTORIA MEDIANTE AGENDAMENTO


Ao se matricular nesta Série, o aluno poderá participar de uma sessão coletiva de tutoria para cada Módulo, no total de 4 sessões, cada uma com duração de 60 minutos, mediada por um membro do Ministério Público do Trabalho, em horário pré-estabelecido, conforme tabelas de horários abaixo.

A sessão de tutoria ocorrerá em chat de bate-papo com recurso de texto (sem voz e sem imagem).


Objetivo da tutoria: promover a discussão com outros colegas sobre o exercício que consta no e-book, em sala virtual, com o auxílio do tutor, que também orientará o aluno no aprofundamento da pesquisa sobre a matéria.

 

Próximas sessões de tutoria MEDIANTE AGENDAMENTO:

 

Módulo 1 – SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA

15/01/2020

10:00 às 11:00

29/01/2020

14:00 às 15:00

12/02/2020

10:00 às 11:00

04/03/2020

14:00 às 15:00

 

 Módulo 2 – TRABALHO DECENTE

27/01/2019

10:00

10/02/2019

14:00

02/03/2019

10:00


Módulo 3 – IGUALDADE DE GÊNERO

11/02/2020

10:00 às 11:00

02/03/2020

14:00 às 15:00

 

Módulo 4 – AÇÕES COLETIVAS

21/01/2020

11:00 às 12:00

04/02/2020

16:00 às 17:00

18/02/2020

14:00 às 15:00

10/03/2020

10:00 às 11:00


Para participar da tutoria, o aluno deve agendar previamente um dos horários compreendidos em seu período de disponibilização do curso, mediante envio de e.mail para
escola@escoladaanpt.org.br com o título TUTORIA, até 3 dias antes da sessão, marcando a data em que deseja participar. Não havendo agendamentos com a referida antecedência, a sessão de tutoria poderá ser cancelada. 

 

O agendamento também pode ser feito pelo e.mail disponível na aba FALE CONOSCO, disponível no home do site da Escola.

A expiração do prazo de disponibilização do curso enseja a expiração do direito à sessão de tutoria.

 

Esses horários podem ser objeto de alteração sem prévia notificação. O aluno deve acompanhar o quadro de horários.

 

CERTIFICAÇÃO


Será fornecido certificado de frequência pela Escola da ANPT aos alunos que obtiverem sessenta e três por cento (63%) de frequência em cada Módulo.

 

Seja bem-vindo à Escola da ANPT!

 

 

 

Professores

ADRIANE REIS DE ARAUJO

Procuradora Regional do Trabalho. Mestre em direito das relações sociais pela PUC/SP. Doutora em direito do trabalho e previdenciario pela Universidade Complutense de Madri

JOSÉ CLAUDIO MONTEIRO DE BRITO FILHO

Procurador Regional do Trabalho aposentado. Doutor em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP. Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito e Editor-Chefe da Revista Jurídica do Centro Universitário do Estado do Pará. Membros de academias jurídicas e conselhos editoriais. Autor de diversas obras jurídicas.

LORENA VASCONCELOS PORTO

Procuradora do Trabalho. Doutora em Direito e especialista em Direito do Trabalho e Previdência Social. Professora do Mestrado em Direito do Trabalho da Universidad Externado da Colômbia e da Pós-Graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

RONALDO LIMA DOS SANTOS

Procurador do Trabalho. Mestre e Doutor em Direito do Trabalho pela Universidade de São Paulo – USP. Professor Doutor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social. Autor de diversos livros, capítulos e artigos jurídicos, com ênfase nas áreas de Direitos Humanos, psicologia do trabalho, direitos difusos e coletivos nas relações de trabalho e Direito Sindical.

Ferramentas

Videoaulas

Exposição de conteúdo pelo professor com suporte de quadros, figuras e caracteres.

Texto-Base

Conteúdo escrito, relativo à video-aula, que pode ser impresso individualmente ou no todo.

Conteúdo

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

 MÓDULO 1

REFORMA TRABALHISTA E SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA:

 A NOVA DIMENSÃO DO EMPREGO

 

1.  A formulação clássica e a evolução histórica do conceito de subordinação;

 

2. A atual crise do conceito de subordinação, as transformações socioeconômicas ocorridas desde a década de 1970 (avanços e inovações tecnológicas, reestruturação empresarial e aumento da concorrência, inclusive em nível internacional) e as consequências por elas geradas no mundo do trabalho;

 

3. Parassubordinação no Direito Comparado, especialmente na doutrina e jurisprudência dos países europeus;

 

4. A crise do conceito de subordinação e as ideias de desprestígio e desregulamentação do Direito do Trabalho fomentadas pela ideologia neoliberal;

 

5. A necessidade de uma releitura do conceito de subordinação na atualidade e as diversas propostas formuladas nesse sentido;

 

6. A releitura do conceito de subordinação proposta e a necessidade de generalização, fortalecimento e efetividade das normas trabalhistas no âmbito do Estado Democrático de Direito;

 

7. O conceito de dependência econômica como critério identificador da relação de emprego, ao lado da subordinação jurídica;

 

8. A necessidade de adoção de um conceito amplo de subordinação, ao lado da dependência econômica, especialmente em razão das formas contratuais atípicas e precárias ampliadas pela reforma trabalhista e da expansão da “economia do bico” (crowdwork e trabalho on-demand).

 

 

 

MÓDULO 2

TRABALHO DECENTE E DIREITOS HUMANOS

 

1.  Trabalho decente: denominação e definição

 

2.  Fundamento do Trabalho decente

2.1.    Kant e a dignidade da pessoa humana

 

3. Pressupostos do trabalho decente

3.1. Igualdade e liberdade com igual valor

3.2. Uma noção inclusiva de justiça distributiva

 

4.  A OIT e o trabalho decente

 

5. Instrumentos normativos do trabalho decente

5.1. OIT

5.2. ONU (DUDH e PIDESC)


6. Conteúdo do trabalho decente

 

7. A característica da indivisibilidade


8. O Brasil e o trabalho decente(teoria e prática)


9. Novas Tecnologias, o futuro do trabalho humano e o Trabalho Decente


 MÓDULO 3

DESAFIOS DA IGUALDADE DE GÊNERO NO TRABALHO

 

1. Patriarcado e binarismo: sexo biológico, gênero, identidade de gênero e interseccionalidade.

 

2. Feminismos: conceito e diferentes ondas feministas.

 

3. Igualdade de gênero e sistema ONU: Convenção sobre a eliminação da discriminação da Mulher – CEDAW, ONU e afins.

 

4. Divisão sexual do trabalho: conceito e consequências.

 

5. Convenções da OIT: Convenções 183, 156 e 190 e Recomendações 191 e 165 da OIT.

 

6. Legislação brasileira sobre igualdade de gênero: Constituição brasileira, CLT e normas de 1988 a 2018 (reforma trabalhista).

 

7. Violência de gênero: Lei maria da Penha, violência doméstica, assédio sexual e assédio moral.

 

8. Dupla jornada da mulher:  proteção da maternidade, conciliação da vida familiar e profissional.

 

9. Mecanismos de enfrentamento à discriminação de gênero: combate à desigualdade salarial e aumento da participação feminina; viés inconsciente e ações afirmativas.

 

10. A igualdade de gênero no sistema de justiça trabalhista brasileiro: estatística e normas processuais.

 

 MÓDULO 4

AÇÕES COLETIVAS NO PROCESSO DO TRABALHO

 

Aula 1: Processo Coletivo do Trabalho. Enfoques Sindicais

 

Aula 2: Acesso à justiça e coletivização do processo. Microssistema das ações coletivas

 

Aula 3: Interesses transindividuais difusos, coletivos e individuais homogêneos

 

Aula 4: Ação civil pública - objeto, legitimidade, sindicatos (pertinência temática e pré-constituição); MP (custos legis)

 

Aula 5: Ação civil pública - competência territorial

 

Aula 6: Ação civil pública - regime da coisa julgada na ação civil pública

 

Aula 7: Ação coletiva do código de defesa do consumidor - objeto, legitimidade, MPT (custos legis), sentença genérica

 

Aula 8: Ação coletiva do código de defesa do consumidor - regime da coisa julgada, execução, fluid recovery

 

Aula 9: Substituição processual sindical. Assistência individual, litispendência, honorários advocatícios


Aula 10: Conclusão

Conteúdo Programático

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

 MÓDULO 1

REFORMA TRABALHISTA E SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA:

 A NOVA DIMENSÃO DO EMPREGO

 

1.  A formulação clássica e a evolução histórica do conceito de subordinação;

 

2. A atual crise do conceito de subordinação, as transformações socioeconômicas ocorridas desde a década de 1970 (avanços e inovações tecnológicas, reestruturação empresarial e aumento da concorrência, inclusive em nível internacional) e as consequências por elas geradas no mundo do trabalho;

 

3. Parassubordinação no Direito Comparado, especialmente na doutrina e jurisprudência dos países europeus;

 

4. A crise do conceito de subordinação e as ideias de desprestígio e desregulamentação do Direito do Trabalho fomentadas pela ideologia neoliberal;

 

5. A necessidade de uma releitura do conceito de subordinação na atualidade e as diversas propostas formuladas nesse sentido;

 

6. A releitura do conceito de subordinação proposta e a necessidade de generalização, fortalecimento e efetividade das normas trabalhistas no âmbito do Estado Democrático de Direito;

 

7. O conceito de dependência econômica como critério identificador da relação de emprego, ao lado da subordinação jurídica;

 

8. A necessidade de adoção de um conceito amplo de subordinação, ao lado da dependência econômica, especialmente em razão das formas contratuais atípicas e precárias ampliadas pela reforma trabalhista e da expansão da “economia do bico” (crowdwork e trabalho on-demand).

 

 

 

MÓDULO 2

TRABALHO DECENTE E DIREITOS HUMANOS

 

1.  Trabalho decente: denominação e definição

 

2.  Fundamento do Trabalho decente

2.1.    Kant e a dignidade da pessoa humana

 

3. Pressupostos do trabalho decente

3.1. Igualdade e liberdade com igual valor

3.2. Uma noção inclusiva de justiça distributiva

 

4.  A OIT e o trabalho decente

 

5. Instrumentos normativos do trabalho decente

5.1. OIT

5.2. ONU (DUDH e PIDESC)


6. Conteúdo do trabalho decente

 

7. A característica da indivisibilidade


8. O Brasil e o trabalho decente(teoria e prática)


9. Novas Tecnologias, o futuro do trabalho humano e o Trabalho Decente


 MÓDULO 3

DESAFIOS DA IGUALDADE DE GÊNERO NO TRABALHO

 

1. Patriarcado e binarismo: sexo biológico, gênero, identidade de gênero e interseccionalidade.

 

2. Feminismos: conceito e diferentes ondas feministas.

 

3. Igualdade de gênero e sistema ONU: Convenção sobre a eliminação da discriminação da Mulher – CEDAW, ONU e afins.

 

4. Divisão sexual do trabalho: conceito e consequências.

 

5. Convenções da OIT: Convenções 183, 156 e 190 e Recomendações 191 e 165 da OIT.

 

6. Legislação brasileira sobre igualdade de gênero: Constituição brasileira, CLT e normas de 1988 a 2018 (reforma trabalhista).

 

7. Violência de gênero: Lei maria da Penha, violência doméstica, assédio sexual e assédio moral.

 

8. Dupla jornada da mulher:  proteção da maternidade, conciliação da vida familiar e profissional.

 

9. Mecanismos de enfrentamento à discriminação de gênero: combate à desigualdade salarial e aumento da participação feminina; viés inconsciente e ações afirmativas.

 

10. A igualdade de gênero no sistema de justiça trabalhista brasileiro: estatística e normas processuais.

 

 MÓDULO 4

AÇÕES COLETIVAS NO PROCESSO DO TRABALHO

 

Aula 1: Processo Coletivo do Trabalho. Enfoques Sindicais

 

Aula 2: Acesso à justiça e coletivização do processo. Microssistema das ações coletivas

 

Aula 3: Interesses transindividuais difusos, coletivos e individuais homogêneos

 

Aula 4: Ação civil pública - objeto, legitimidade, sindicatos (pertinência temática e pré-constituição); MP (custos legis)

 

Aula 5: Ação civil pública - competência territorial

 

Aula 6: Ação civil pública - regime da coisa julgada na ação civil pública

 

Aula 7: Ação coletiva do código de defesa do consumidor - objeto, legitimidade, MPT (custos legis), sentença genérica

 

Aula 8: Ação coletiva do código de defesa do consumidor - regime da coisa julgada, execução, fluid recovery

 

Aula 9: Substituição processual sindical. Assistência individual, litispendência, honorários advocatícios


Aula 10: Conclusão

Conteúdo Disponibilizado
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 1 - CONCEITO DE SUBORDINAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 2 - EXPANSÃO DO CONCEITO DE SUBORDINAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 3 - EXPANSÃO DO CONCEITO CONTINUAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 4 - REDUÇÃO DO CONCEITO DE SUBORDINAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 5 - REDUÇÃO DO CONCEITO CONTINUAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 6 - A PARASSUBORDINAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 7 - A PARASSUBORDINAÇÃO CONTINUAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 8 - TENDÊNCIAS EXPANSIONISTAS DA SUBORDINAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 9 - TENDÊNCIAS EXPANSIONISTAS CONTINUAÇÃO
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - AULA 10 - DEPENDÊNCIA ECONÔMICA
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - 1ª AULA DIALOGADA
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - 2ª AULA DIALOGADA
SUBORDINAÇÃO INTEGRATIVA - SESSÃO DE TUTORIA - VER QUADRO DE HORÁRIO
TRABALHO DECENTE - AULA 1 - INTRODUÇÃO
TRABALHO DECENTE - AULA 2 - FUNDAMENTOS DO TRABALHO DECENTE
TRABALHO DECENTE - AULA 3 - FUNDAMENTOS CONTINUAÇÃO
TRABALHO DECENTE - AULA 4 - PRESSUPOSTOS DO TRABALHO DECENTE
TRABALHO DECENTE - AULA 5 - A OIT E O TRABALHO DECENTE
TRABALHO DECENTE - AULA 6 - INSTRUMENTOS NORMATIVOS
TRABALHO DECENTE - AULA 7 - CONTEÚDO IDEAL DO TRABALHO DECENTE
TRABALHO DECENTE - AULA 8 - INDIVISIBILIDADE E TRABALHO DECENTE
TRABALHO DECENTE - AULA 9 - BRASIL E TRABALHO DECENTE
TRABALHO DECENTE - AULA 10 - O FUTURO DO TRABALHO HUMANO
TRABALHO DECENTE - 1ª AULA DIALOGADA
TRABALHO DECENTE - 2ª AULA DIALOGADA
TRABALHO DECENTE - SESSÃO DE TUTORIA. VER QUADRO DE HORÁRIO
TRABALHO DA MULHER - AULA 1 - INTRODUÇÃO
TRABALHO DA MULHER - AULA 2 - PATRIARCADO E FEMINISMOS
TRABALHO DA MULHER - AULA 3 - SISTEMA ONU
TRABALHO DA MULHER - AULA 4 - DIVISÃO SEXUAL DO TRABALHO
TRABALHO DA MULHER - AULA 5 - NORMAS INTERNACIONAIS
TRABALHO DA MULHER - AULA 6 - LEGISLAÇÃO BRASILEIRA
TRABALHO DA MULHER - AULA 7 - VIOLÊNCIA DE GÊNERO
TRABALHO DA MULHER - AULA 8 - DUPLA JORNADA
TRABALHO DA MULHER - AULA 9 - INSTRUMENTOS DE ENFRENTAMENTO À DISCRIMINAÇÃO
TRABALHO DA MULHER - AULA 10 - CONCLUSÕES PROPOSITIVAS
TRABALHO DA MULHER - 1ª AULA DIALOGADA
TRABALHO DA MULHER - 2ª AULA DIALOGADA
TRABALHO DA MULHER - SESSÃO DE TUTORIA - VER QUADRO DE HORÁRIO
AÇÕES COLETIVAS - 1ª AULA DIALOGADA
AÇÕES COLETIVAS - 2ª AULA DIALOGADA
AÇÕES COLETIVAS - AULA 1 - PROCESSO COLETIVO INTRODUÇÃO
AÇÕES COLETIVAS - AULA 10 - FINALIZAÇÃO DO CONTEÚDO
AÇÕES COLETIVAS - AULA 2 - ACESSO À JUSTIÇA
AÇÕES COLETIVAS - AULA 3 - INTERESSES TRANSINDIVIDUAIS
AÇÕES COLETIVAS - AULA 4 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA
AÇÕES COLETIVAS - AULA 5 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONTINUAÇÃO
AÇÕES COLETIVAS - AULA 6 - COISA JULGADA NA AÇÃO CIVIL PÚBLICA
AÇÕES COLETIVAS - AULA 7 - AÇÃO COLETIVA DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR
AÇÕES COLETIVAS - AULA 8 - AÇÃO COLETIVA DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR CONT.
AÇÕES COLETIVAS - AULA 9 - SUBSTITUIÇÃO PROCESSUAL SINDICAL
AÇÕES COLETIVAS - SESSÃO DE TUTORIA - VER QUADRO DE HORÁRIOS
Requisitos de Acesso
CONEXÃO DE INTERNET

Conexão de banda larga de 1Mbps ou superior.

SOFTWARE
  1. Windows XP, Vista ou superior com as atualizações mais recentes instaladas.
  2. Chrome, Firefox, Internet Explorer 11 ou superior
SEU COMPUTADOR
  1. Processador 2.0 GHz ou superior.
  2. Memória RAM 512 Mb para WIndows XP, 1Gb para Windows Vista ou superior.
  3. Placa de vídeo 128 Mb off-board ou on-board.
  4. HD com 10Gb livres.
  5. Monitor 800x600 pixels.
MOBILE
  1. Android 4.1 ou superior
  2. IOS 8 ou superior

Importante: Independentemente do tipo do seu navegador, você precisa estar com os cookies ativados. Ative também o JavaScript, se for compatível com seu navegador. Para melhor experiência, recomendamos ao usuário a utilização do Chrome ou Firefox.

Sobre a disponibilização

Seu acesso ao conteúdo será liberado imediatamente após a confirmação da compra.

Endereço: SBS Quadra 2 Bloco S, Ed. Empire Center, Salas 1101, 1102, 1113 e 1114 11º andar, Brasília-DF, CEP 70070-904 

Telefone: 61 98353.0022  

E-mail: escola@escoladaanpt.org.br